SEMINÁRIO SEDOS – JPIC EM ASIS, ITÁLIA, 12-16 maio 2009



Comunicado à imprensa, 14 maio 2009

A criação no coração da missão” é o tema que reúne líderes religiosos de mais de 50 países, que representam 82 Institutos religiosos internacionais preocupados pelo futuro de nosso planeta. A reunião acontece em Assis de 12 a 16 de maio do corrente ano.

Na terça-feira de tarde o Padre Sean McDonagh, missionário columbano irlandês, em sua apresentação de “A História do Universo”, conferência-chave do encontro, fez um resumo da evolução do universo desde o Big Bang, há 13.700 bilhões de anos até hoje. No princípio Deus pôs em movimento um processo evolutivo que conduziu a adaptação da criação a ambientes novos e sempre mutantes, incluindo o mais recente, nos últimos milênios, causado pelo “homo sapiens”.

O Padre Sean transmitiu à assembléia uma consciência profunda sobre a crise que atualmente enfrenta o planeta terra, crise devida à rápida destruição dos recursos que se formaram durante milênios. Ele afirmou que nos restam somente 15 anos para organizarmos juntos inciativas de prevenção a fim de evitar essas mudanças destruidoras que nunca mais poderão corrigir-se. Disse que a história da criação deveria estar no coração da missão da Igreja, buscando revelar o poder de Deus criador atuando em e através de cada pessoa e de cada ser.

O Padre Denis Edwards, professor da Universidade de Flinders, Austrália, enfocou sua reflexão no contexto bíblico da criação, encarnação e redenção. Em sua primeira conferência, intitulada “Ecologia, Jesus Cristo, Conversão ecológica”, o Padre Denis desafiou a assembléia a empreender uma conversão ecológica, que é muito mais profunda do que uma espiritualidade da criação. A Ressurreição de Jesus Cristo é o auge da transformação de toda a criação, não somente do ser humano, dizia Pe. Denis, mas de todos os seres.

Pe. Denis apresentou Jesus como mestre em criar parábolas e conhecedor profundo do ambiente que o cercava. Ele era também narrador de histórias que tinham a ver com a vida diária, capaz de comunicar ao povo simples a noção de “nova criação” que é, atualmente, a base da fé para motivar e dar sentido ao grito urgente de “salvar o planeta”.

O palestrante enfatizou também a importância de desenvolver uma teologia renovada da redenção, que considere os êxitos e fracassos do processo evolutivo como nova matéria de base para uma re-criação transformadora.

Durante este primeiro dia se deu tempo aos participantes para opinar sobre as diferentes conferências, partilhar seu apelo pessoal a uma conversão ecológica e para que se intercambiassem informações sobre projetos a favor do ambiente e sobre as ações concretas a serem desenvolvidas.

Este Seminário é organizado por SEDOS e pela Comissão de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) da União de Superiores e Superioras Gerais (USG-UISG). Para mais informações entrar em contato com o Padre Carlos Rodriguez OP (sedos@pcn.org ou xx 39.3487745287) e com Padre Geroid Francisco Ó Conaire OFM (jpiccusguisg@lasalle.org ou xx 39.3293781392).